Meus Olhos

" As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos."
*Rubem Alves*

Olhares Diversos

28 de ago de 2010

A luz das velas insinua-se com muita suavidade pelo desenho dos lábios, pela curva das narinas, passa pelas pestanas, fio a fio, para, enfim, descansar nos olhos, pequenos mares convexos, líquidos e móveis como se fossem mesmo um aglomerado de lágrimas. E avista-se o horizonte das almas.
 
Cecília Meireles

3 comentários:

Cláudio J. Gontijo disse...

Cristiane

Biólogo mineiro, vou percorrendo algumas páginas para divulgar o Verde Vida, dedicado à causa ambiental e humanística.

Seu espaço é sensível e generoso.

http://www.vervida.blogspot.com

Que a sua jornada seja longa e, sempre, iluminada.

Ana Luz disse...

Ah, que bom encontrar aqui essa linda expressão poética da Cecília...
Eu a li, vi você... :-)
Beijos com LUZ

Cristiane disse...

Obrigada pelo elogio, Cláudio. Seja bem vindo sempre!

Lu, perfeito texto de Cecília. Eu amei. Gosto dessa poesia singela, pura, melancólica e apaixonante dos poetas ETERNOS!