Meus Olhos

" As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos."
*Rubem Alves*

Olhares Diversos

26 de ago de 2010

O Dia Seguinte Ao Amor

Quando a luz estender as roupas nos telhados
E for todo o horizonte um frêmito de palmas
E junto ao leito fundo de nossas duas almas,
Chamarem nossos corpos nus,entrelaçados,
Seremos, na manhã, duas máscaras calmas e felizes,
De grandes olhos claros e rasgados…
Depois,volvendo ao sol as nossas quatro palmas,
Encheremos o céu de vôos encantados!…
E as rosas da cidade inda serão mais rosas.
Serão todas felizes sem saber porque.
Até os cegos,os entrevadinhos… E
Vestidos contra o azul de tons vibrantes e violentos,
Nós improvisaremos danças espantosas,
Sobre os telhados altos, entre o fumo e os cataventos!

Mário Quintana

2 comentários:

Ana Luz disse...

Nossa, o Quintana foi fundo nesse poema...! E que imagem mais linda é essa, amiga? Aaaai.... Guardei, tá?

Martha Marquez disse...

Oi Cristiane,
Passei para fazer uma visitinha e dizer que seu blog é emocionante! Maravilhoso e de um bom gosto incrível. Parabéns! Me tornei sua seguidora!
Beijo salpicado de estrelas na sua alma,
Martha
Faça-me uma visitinha que ficarei honrada:
http://ternuraantiga.blogspot.com.br