Meus Olhos

" As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos."
*Rubem Alves*

Olhares Diversos

10 de set de 2010

Desejo

Quero-te ao pé de mim na hora de morrer.
Quero, ao partir, levar-te, todo suavidade,
Ó doce olhar de sonho, ó vida dum viver
Amortalhado sempre à luz duma saudade!
Quero-te junto a mim quando o meu rosto branco
Se ungir da palidez sinistra do não ser,
E quero ainda, amor, no meu supremo arranco
Sentir junto ao meu seio teu coração bater!
Que seja a tua mão tão branda como a neve
Que feche o meu olhar numa carícia leve
Em doce perpassar de pétala de lis…
Que seja a tua boca rubra como o sangue
Que feche a minha boca, a minha boca exangue!…
………………………………………….
Ah, venha a morte já que eu morrerei feliz!…

Florbela Espanca

2 comentários:

Ana Luz disse...

Forte, hein?
Mas esse dia, pra mim (eu sei), ainda está longe... E ainda vou encontrar esse Amor, Sublime Amnor! :-)
Ele está aqui dentro, só falta aparecer na minha frente...

Cristiane disse...

É, amiga...um dia nós estaremos ao lado desse amor. Fazemos por merecê-lo, não?
AMO Florbela Espanca!