Meus Olhos

" As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos."
*Rubem Alves*

Olhares Diversos

30 de out de 2010

Tua Ausência

Tua ausência cala o mundo. Só há silêncio debruçado nos caminhos. Nenhuma música, buzina ou voz.Não há flores, gemidos, mordidas na boca. Não há gargalhadas, trovões ou gritos_ apenas relâmpagos imaturos que acendem um céu sem lua, sem estrela, sem chuva, sem qualquer coisa que me tire a atenção da falta.Tua ausência cala o mundo, o mar, os ventos.Tua ausência desaba silenciosamente sobre meus dias, soterrando meu outono... Ela magoa demais o meu sossego.
(Tua ausência é essa substância densa.)
Tua ausência é tão presente que é pessoa... e me abraça.



Marla de Queiroz

19 comentários:

Ingrid disse...

Uau! Perefito!
sem mais falar..
beijinho..

Ana Luz disse...

Genteeeeee... Que texto mais lindo. Claro: MARLA DE QUEIROZ!!!

Vou guardar esse belo texto, porque te juro, nossa!, já senti essa ausência densa... e como ela pesa!

Ok, mas já foi. É passado.
Graças a Deus.
rsrs
Bjsssss

Ana Luz disse...

PS: Que imagem linda, hein?????

Cristiane disse...

Sim, o texto é maravilhoso! Fala por si. Marla é das nossas! Rs ;)

Cristiane disse...

Lu, reparaste o detalhe no dedo da mulher??Rs

Ana Luz disse...

Ela está com um anel... É isso?

PS 2: adorei o Munuto de sabedoria de hoje, falando de Jesus querendo entrar numa porta que só abre por dentro, porque não tem maçaneta pelo lado de fora...
Showwwww

Cristiane disse...

Eu vi uma borboleta! Rs ):(

Doce Melodia disse...

Puxa vida... isso me doeu nos ossos mais profundos e arraigados da minha alma...

...

Franck disse...

Ausência doe...e começamos a ver a outra pessoa em praças, praia, restaurantes e em outros rostos...
Um bom fim de semana! Bj*

Uni ver sos disse...

Oi Cristiane!

Belas e melancólicas palavras,
a frase final soa como uma sentença, intensa e forte,

Obrigada pela simpática visita em meu broguinho :)

Bjs Ξ ѕ t є я

Flor de Lótus disse...

Oi,Cris!Nossa que lindo a ausência dói demais, aperta o peito,faz sofrer faz chorar...
Beijos

Aleatoriamente disse...

OI Cris.
Obrigada por entrar em minha humilde morada.
É um prazer fazer parte da tua casa também.
Marla escreve com a alma, essa mulher-menina é maravilhosa.
Tudo aqui é carinho.
Beijo, linda.

Fernanda.

Dario B. disse...

Vim retribuir o carinho da visita e achei este texto. Forte e verdadeiro. A ausencia acaba por ser mesmo assim, exclui o ausente e toma seu lugar. E dói.

Dario B. disse...

E é claro que gostei do blog, passei um tempão aqui xeretando, rs. Se me permite, uma frase do teu perfil me chamou a atenção: Sou a esquerda de quem entra. Me lembrou Aparicio Torelly, o Barão de Itararé. Certa feita, inquirido pelo professor num exame de anatomia sobre qual lado ficava o figado, respondeu:

- A esquerda.

- A esquerda??? bradou o mestre.

- Sim, a esquerda de quem entra, consertou o Barão.

Cristiane disse...

Rs Dário, uma linda metáfora de nossa Clarice, bem sabes! Adoro o apoio que você dá a Álly. Ela é muito merecedora, pois é uma poetisa nata! Obrigada você, pelo carinho Seja bem vindo, sempre. Bjs :)

Mimo Chic disse...

Querida Cris,
tao real que doi...
muito intenso, parabéns!!!
bjs
Lulu & Sol

Malu disse...

Cris ,


Ausência , presença , ...
Saudade.


BjO.

JB disse...

Lindíssimo texto!

Aliás, uma deliciosa forma de escrever que nos leva a sentir as palavras, mesmo que a voz esteja ausente!

Gostei e vou continuar por aqui.

Beijinho

Silene Neves disse...

Oi Cris... Querida!

Passando para desejar um lindo domingo... e uma semana repleta de paz... poesia e luz!

Linda postagem! Gosto demais daqui!

Deixo meu beijo
Com carinho
Sil
Sempre aqui