Meus Olhos

" As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos."
*Rubem Alves*

Olhares Diversos

8 de nov de 2010

Motivo

Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem triste:
sou poeta.
Irmão das coisas fugidias,
não sinto gozo nem tormento.
Atravesso noites e dias
no vento.
Se desmorono ou edifico,
se permaneço ou me desfaço,
- não sei, não sei. Não sei se fico
ou passo.
Sei que canto. E a canção é tudo.
Tem sangue eterno e asa ritmada.
E sei que um dia estarei mudo:
- mais nada.

Cecília Meireles

2 comentários:

Doce Melodia disse...

E a gente baila nesse poema, não é?
É delicioso demais!
Cada leitura é uma nova descoberta de sensações...
Essa imagem ficou perfeita...
sou toda canção...

=)

Ingrid disse...

Amo Cecília..
pura leveza..
beijinho.