Meus Olhos

" As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos."
*Rubem Alves*

Olhares Diversos

7 de dez de 2010

"Qual é nome que nunca chamei?"

"(...)Espero por você na hora do sufoco, na hora do cansaço, na hora que os pés precisam das mãos, na hora que o corpo precisa de um abraço, na hora que os cabelos precisam de um carinho, na hora que o pescoço precisa de um beijo, na hora em que a boca sente sede, na hora que uma voz me chama e o chamado não é teu. Preciso de você e deixo o coração à deriva. Preciso de você e faço da vida uma sequência de vazios. Preciso de você e não sei aonde te encontrar. Preciso de você e me preparo todos os dias para te esperar. Preciso de você e arranjo formas de sobreviver dia após dia até tua chegada." 

Cáh Morandi

4 comentários:

Ana Luz disse...

Muito forte o texto. Intenso! Quem nunca se sentiu assim???
Mas é uma postura muito dependente,né?
Hoje não espero por mais ninguém pra ser feliz, não mesmo! Especialmente pra viver, porque viver é bom demais.

Ingrid disse...

e assim eu vivo.. eterna espera..
Forte e real..
beijos Querida.

Kamomylla disse...

"VocÊ existe eu sei"

essa saudade, nostalgia de algo ainda não vivido...
ai ai...

Solfejando poesia disse...

Adorei a imagem, querida... esses balões são a carinha da Allexia... aliás, o blog dela está um arraso!
Pena que eu não consigo comentar lá...

Adoro ocês demais!!!

Beijossss!

Álly.