Meus Olhos

" As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos."
*Rubem Alves*

Olhares Diversos

29 de out de 2010

Identidade

Preciso ser um outro
para ser eu mesmo

Sou grão de rocha
Sou o vento que a desgasta

Sou pólen sem insecto

Sou areia sustentando
o sexo das árvores

Existo onde me desconheço
aguardando pelo meu passado
ansiando a esperança do futuro

No mundo que combato morro
no mundo por que luto nasço 

Mia Couto

4 comentários:

Dois Rios disse...

Cris,

Sou absolutamente apaixonada por Mia Couto.

Eis a arte de poetizar com tamanha densidade e beleza, tal qual as savanas da África. É como se não fosse crível que de lugares tão sofridos, alguém fosse capaz de jorrar tanta beleza pelos versos.

Beijo,
Inês

Cristiane disse...

Verdade, Inês. Ele tem a força na alma e a transforma em singelas palavras poéticas. Tbm curto bastante Mia Couto. :)

Doce Melodia disse...

Lindo... preciso conhecer mais da Mia Couto...

Tem selo presente pra vc lá no Mudança!

=)

Cristiane disse...

Mia é um poeta moçambicano, amiiiiga! Tão sensível!Nem parece que convivia com tanta miséria e sofrimentos...